terça-feira, 24 de abril de 2012

Desinformação no Facebook

Mentiras sãos armas de desinformação propagadas em massa e isso tem acontecido o tempo inteiro no Facebook sem que muita gente perceba. Inclusive você, leitor, já deve ter lido e compartilhado alguma mentira pensando ser verdadeira por esta rede social. É a velha mania das pessoas repetirem o que escutam ou leem sem conferir as fontes ou qualquer tipo de referência bibliográfica para averiguar a veracidade da "notícia" ou informação.

Ao ler isso, você deve estar imaginando que me refiro aquelas correntes. Se pensou, está errado. Embora elas façam parte das publicações inúteis compartilhadas no Facebook, não me refiro a correntes de fé, credinces populares. Mas quando se trata pedidos de ajuda para algum "fulano" doente, ou notícias a respeito de leis e políticos onde as pesssoas compartilham sem conferir se realmente é verdade, a coisa começa ficar séria, pois demonstra o quanto a população pode ser manipulada, se tornando massa de manobra de pequenos grupos que criam notícias falsas com intenções obscuras.

Um exemplo real e recente disso está na imagem abaixo mas cuidado ao ler, a  informação escrita é uma mentira pois na realidade a lei está em vigor: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/LCP/Lcp135.htm:


Li ontem no Facebook, esta publicação, compartilhada por várias pessoas e compartilhei perguntando para amigos advogados se esta notícia era falsa ou era mais uma neura dos usuários da rede social. Assim confirmei que esta, incluindo tantas outras sãos campanhas falsas propagadas em quande quantidade e se for citar aqui todas essas publicações a postagem ficaria gigante.

Veja esta publicação direto do Facebook,  não compartilhe a não ser se queira desmentir isso mostrando o equívoco das pessoas que compratilharam a imagem:



Também sou indignado com a situação de descaso das "autoridades" do nosso país, mas daí, criar mentiras e fazer o povo perder o tempo compartilhando elas é muita maldade ou quem sabe uma estratégia dos próprios políticos para manter as pessoas ocupadas com mentiras. 

Saibam que compartilhar estas coisas na internet mantém as pessoas distantes dos verdadeiros problemas, você não contribui para uma sociedade melhor, contribui para a alienação dos seus círculo de contatos: amigos, conhecidos e parentes.


Cacarterísticas

A maiorias dessas mentiras seguem um padrão similar ao da imagem que citei. São publicações sensacionalistas, usam alguma imagem para chamar a atenção de quem visualizar a publicação, escrevem um texto repudiando alguma falsa lei, ou falsa notícia de corrupção, ou falsa declaração de algum político e pedem para espalhar esta notícia. Em nenhum momento mencionam que existem informações falsas ali contidas.

E por mais incrível que pareça, muita gente compartilha sem conferir se realmente é verdade.


Outro exemplo clássico

Um sujeito escreve a seguinte publicação no Facebook (e olha que isso realmente aconteceu):

"Professor deve trabalhar por amor, não por dinheiro, diz governador do Ceará. Compartilhe se você acha que ele devia governar por amor".

Resultado, milhares de compartilhamentos. Poucos dias depois, vejo a mesma notícia em outra versão:

"Professor deve trabalhar por amor, não por dinheiro, diz governador de Minas gerais. Compartilhe se você acha que ele devia governar por amor".

Poucos dias depois, compartilham de novo, a mesma notícia novamente alterada:

"Professor deve trabalhar por amor, não por dinheiro, diz governador de São Paulo. Compartilhe se você acha que ele devia governar por amor".

Pessoas que inventam ou alteram estas notícias ou são muito maldosas, ou tem transtorno obsessivo-compulsivo por mentiras, uma patologia onde a pessoa mente compulsivamente.

Outras versões dessa notícia, vinham com o nome específico de um governador. Agora, vamos pensar, em qual dessas notícias confiar? Difícil não é mesmo? O jeito é procurar no google até conseguir achar a resposta.


Cuidado

Cuidado, tudo isso me soa como uma grande política para propagar a desinformação através da polêmica. Mentiras polêmicas mantém as pessoas com o foco de atenção distante das notícias verdadeiras. Enquanto isso existem casos sérios de corrupção e leis que devem ser modificadas que não estão sendo levadas para discussão na internet. Outro detalhe importante, ficar com a bunda na cadeira realizando debates na internet não vai mudar nada! O que modifica as coisas é a ATITUDE! 

E você, conhece outros casos de mentiras propagadas no Facebook?

quarta-feira, 18 de abril de 2012

Stop Motion para professores de Artes do Ensino Básico

O vídeo abaixo é resultado de uma atividade acadêmica da disciplina Educação e Tecnologia na Universidade Estadual de Montes Claros, durante o último período do curso de Licenciatura em Artes Teatro. Trata-se de uma animação Stop Motion feita com recursos mínimos: uma câmera amadora Olympus  D-435 e massa de modelar da mais barata do mercado. O objetivo foi criar uma animação sem utilizar equipamento profissional e analisar este tipo de atividade e suas possibilidades para serem aplicadas em aulas de artes para alunos do ensino básico em escolas públicas.  

Video produzido em 18.11.2011

A técnica stopmotion não fazia parte da grade do curso de Licenciatura em Artes Teatro, a experimentação com a técnica foi sugerida pela professora da disciplina, Terê Narciso, onde resolvi produzir o vídeo por contra própria e de maneira intuitiva.

Claro que se desejar um resultado profissional, terá que ir muito além disso e preparar um studio com equipamento apropriado, produzir bonecos, cenário e afinar a luz adequadamente. Mas imagine só, se você é professor de artes em uma escola pública, onde os recursos são mínimos, mas hoje em dia até alunos mais humildes têm acesso a informática devido a inclusão digital. Experimentar atividades dentro do contexto social dos alunos é uma atividade que tira você da zona de conforto e te força a extrair um pouco mais da sua capacidade criativa e te induz a improvisar, pois propor exercícios que consomem recursos não é financeiramente viável, pois o governo não prepara as escolas para isso. Além disso, Stop Motion é uma técnica de animação muito simples onde o resultado depende da maneira como a produção, direção e execução da animação é realizada, dependendo do desempenho, o resultado poder ser surpreendente e superar expectativas.

"Animação stop-motion é uma produção cinematográfica que funciona assim: você tira uma foto de um boneco ou objeto, em seguida, o move e tira outra foto. Esta técnica de animação faz com que um objeto manipulado fisicamente pareça se mover por conta própria a partir dos quadros individualmente fotografados, criando a ilusão de movimento quando a série de quadros é jogado como uma seqüência contínua". PRIEBE, M. E. The Art of Stop-Motion Animation. Vancouver: Vanarts, 2006.

Animação Experimental Stop Motion 18.11.2011